sexta-feira, outubro 29, 2010

sábado, outubro 23, 2010

Estão a encher-vos de medo / que a vida pim sem eles era impossível

Estão a encher-vos de medo.
Que a vida pim sem eles era impossível
Que o mundo pum não ia perdoar
Que o embaixador da França zaz lhe puxou pela manga
E sussurrou parbleu o orçamento
Qual orçamento
Tem de passar claro absolument.

Estão a paralisar-vos com o medo
Que os comentadores chutt a toda a hora
Em doses letais pof vos injectam
Estais quase mortos plim mas a seguir
É que vos vai faltar calor e agasalho
E o pão balalão vai minguar

Encharcados de medo
Paralisados flop pela aranha de turno
Tudo esperais traz e mudos aceitais
A miséria catrapaz e a estúpida vida
Que é a sorte que essa gente
Vos destina

E é então pum quando tudo parece
Para mais mil vrrum anos resolvido
Que o Rui chegou e sabia ainda a fórmula
Que assustava os ratos na esplanada
E dos carros topo de gama encurralados
A gasolina ou o mijo já escorria
Alexandre O´Neill

pela Natureza do Mal, 18.10.2010

com lerda vénia pum em rouge-qui-ruge vivo

quinta-feira, outubro 07, 2010

Is love for ever?

Questions of the Heart from Rachael Harrington on Vimeo.


2 m. 55 s. Video from ALA resources http://vimeo.com/12055110

Questions perfects for libraries (the good ones)! Those questions will never be asked in "ranking" testing forms neither in academic surveys. However, they really matter for people's lifes. Young people, grown-up people... (for ever)

Perguntas que nunca virão nos testes escolares e sondagens académicas que alimentam os rankings, mas que contam muito na vida da gente. Miúda e Graúda (for ever...)