segunda-feira, dezembro 21, 2015

E afinal o que é um livro infantil? - PÚBLICO

O Que Um Livro Pode continuará o debate à volta da edição de livros infantis, de 11 a 13 de Março, em Lisboa (Espaço Rua das Gaivotas, 6), mas centrando-se em projectos internacionais. A organização é partilhada pela editora Ghost, a associação de artes gráficas Oficina do Cego, a plataforma Tipo.pt e a livraria Stet.  
    

E afinal o que é um livro infantil? - PÚBLICO

quarta-feira, dezembro 16, 2015

Afinal de contas, como ler Star Wars?

"Vale lembrar que é importante ter assistido aos filmes antes de ler os livros, principalmente para entender a base do universo dessa galáxia muito distante."



Afinal de contas, como ler Star Wars?

domingo, dezembro 06, 2015

Argentina

"Woman reading", Pablo Picasso


La Mujer Transparente_Aldo Pellegrini A mulher transparente_Aldo Pellegrini
Trad. Port. Maria Fonseca


Tu voz era una bebida que yo sorbía silencioso

ante las miradas asombradas
un pájaro de luz
salió de tu cuerpo transparente
pájaro de luz
instante que revolotea
a una velocidad vertiginosa
atravesando calles y calles
persiguen tu cuerpo que huye
¿cuándo podrás alejar a la jauría enloquecida?
desamparada
te has destrozado al caer
los restos de tu cuerpo se arrastran por todos los rincones
del mundo
ah un día renacerás tú
la transparente
única, inconfundible
levemente inclinada, nunca caída
rodeada de impenetrable silencio
avanzando tu pie frágil entre la vacilante monotonía
ah un día renacerá tu risa
tu risa de pájaro transparente
tu risa herida.


A tua voz era uma bebida que eu sorvia silencioso
frente aos olhares assombrodos
um pássaro de luz
saiu do teu corpo tranaparente
pássaro de luz
instante que se move em reviravoltas
a uma velocidade vetiginosa
atravessando ruas e ruas
perseguem o teu corpo que foge
quando poderás afastar a matilha enlouquecida?
Desamparada
destroçaste-te ao cair
os restos do teu corpo arrastam-se por todos
os cantos
do mundo
ah um dia renascerás, tu
a transparente
única, inconfundível
levemente inclinada, nunca caída
rodeada de impenetrável silêncio
avançando o teu pé frágil entre a vacilante
monotonia
ah um dia renascerá o teu riso
o teu riso de pássaro transparente
o teu riso ferido.

Fonte: https://sites.google.com/site/aldopellegrinipoemas/




ebookPorn, publicações sobre publicações

ebookPorn NEWS, HUMOR AND INSPIRATION FOR WRITERS, PUBLISHERS AND LIBRARIANS. POSTS   LIKES   FOLLOWING   ASK ME ANYTHING   SUBMIT A POST   ...