sábado, janeiro 27, 2007

Sim no referendo, com humor


SIM. Argumentar é preciso, vamos a isso!

Tenho vergonha de uma lei que condena as mulheres a penas até três anos de cadeia porque decidiram abortar. É um problema grave, eu sei. Não se resolve com a despenalização, também sei. De resto não sei mais nada. Não sei nada da vida e tenho perguntado às coisas vivas. Não sei nada da consciência e tenho estudado o Sistema Nervoso Central. Não sei quando as coisas começam ou acabam. Não sei nada dos outros. Vejo o sofrimento e como somos desiguais no sofrimento. E vejo os que sabem e os que julgam que sabem e agradeço-lhes a convicção e o esforço que fazem para que a luz da sua sabedoria se derrame também sobre os que não receberam a graça. Mas enquanto não é tempo, suspendamos os juízos.

Da Natureza do Mal
e também do
Blog do SIM

Assim leio, lemos, nos lemos.
Melhor não digo hoje, e aqui vou repicando o SIM, como posso, para que dia 11 se vire a página, juízos suspensos, respeito entre nós activo. Mesmo.